// Cirurgia Ortognática

Cirurgia Ortognática - Benefícios estéticos e funcionais

O Dr. Geovane Miranda realiza o tratamento que recupera a sua autoestima e proporciona um rosto harmônico. Trata-se da Cirurgia Ortognática, ou cirurgia Buco-Maxilo-Facial, que corrige a assimetria dos maxilares. É um procedimento que melhora a proporção da face com benefícios estéticos e funcionais, o paciente passa a respirar melhor, a ter uma mordida adequada, um rosto harmônico e uma nova saúde bucal.

A cirurgia é indicada para pacientes que apresentam maxila ou mandíbula muito para frente ou muito para trás, queixo longo ou curto demais, ronco e apnéia obstrutiva do sono. Pacientes que não possuem o encaixe correto dos dentes (má oclusão dentária) também são indicados à cirurgia ortognática.

Há um período prévio de preparação de 18 a 24 meses, que inclui o tratamento com aparelho ortodôntico, fonoterapia e psicoterapia. Realizada a cirurgia, há um período de finalização em que é realizado o tratamento ortodôntico por mais oito a 12 meses, dependendo de cada caso.

Esta cirurgia traz muita satisfação tanto para o cirurgião quanto para o paciente, pois um rosto harmônico contribui para a autoestima e socialização do indivíduo.

Agende sua consulta com Dr. Geovane para avaliação específica do seu caso.

Dr.Geovane Miranda Ferreira - Especialista em Cirurgia e Traumatologia BucoMaxiloFacial. CRO - 7559/GO

Dúvidas Frequentes:
Há uma idade certa para fazer esta cirurgia?

A Cirurgia Ortognática é indicada a partir dos 17 anos de idade (momento em que o crescimento dos ossos faciais já está no final). Caso haja dúvida, o cirurgião pode solicitar exames específicos para avaliação da idade óssea.

Onde é realizada a cirurgia ortognática?

A Cirurgia Ortognática é realizada em um centro cirúrgico hospitalar sob anestesia geral.

Quanto tempo ficarei internado?

De 1 a 2 dias.

Como é realizada a cirurgia?

A cirurgia é realizada através de cortes por dentro da boca que dão acesso aos ossos da face e maxilares. A cirurgia requer um planejamento minucioso baseado em medidas realizadas previamente na face. O planejamento é feito de forma virtual e manual de forma que os ossos são colocados na posição adequada e, por fim, fixados com placas e parafusos de titânio (são biocompatíveis e não provocam rejeição).

Ficarei impossibilitado de abrir a boca após a cirurgia?

Não. Com o advento das fixações ósseas por meio de miniplacas e miniparafusos, não existe a necessidade de bloqueio dos dentes e maxilares.

Quais são os cuidados no pós-operatório?

O paciente permanece 24 a 48 horas em observação hospitalar. Por ser uma cirurgia de médio porte, o paciente pode se sentir mais cansado e enfraquecido na primeira semana, porém com 15 a 30 dias normalmente retorna as suas atividades habituais.

Recomenda-se alimentação líquida e pastosa, durante, aproximadamente 45 dias, pois o paciente não pode mastigar neste período.

Existe cicatriz no pós-operatório?

Não. A cirurgia atualmente é realizada totalmente por dentro da boca.

O que acontece se eu fizer somente o tratamento ortodôntico e não realizar a Cirurgia Ortognática?
Uma vez a ortodontia realizada isoladamente o seu problema será mascarado, e não resolvido. Os dentes estarão em uma posição quase aceitável, os ossos maxilares continuarão em uma posição inadequada fisiologicamente, não haverá equilíbrio na oclusão dentária e a harmonia facial ficará comprometida.

Quanto custa uma Cirurgia Ortognática?

Variáveis como o Hospital, tempo de internação e tipo de material utilizado interfere no planejamento financeiro de cada caso. A cirurgia ortognática consta no rol de procedimentos da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), portanto uma grande fatia deste investimento é coberta pelos planos de saúde.
Vídeos

Fale Conosco

Av. T-1, n° 1433, Qd. 67, Lt. 21 Setor Bueno - Goiânia-GO - CEP: 74100-000

+55 (62) 3609-2657

contato@drgeovane.com.br

Localização

Facebook